Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Espaço de tempo

Ouço e leio variadíssimas vezes a expressão «Espaço de tempo». Não será mais correcto dizer ou escrever «Período de tempo»?
Os meus agradecimentos.

José Passos Portugal 6K

Está dicionarizado o conceito de espaço também para período ou intervalo de tempo (Houaiss, alínea 9 da entrada Espaço: «num espaço de dois meses escreveu o livro»).

Pode pensar-se que na estrutura `espaço de tempo´ há incoerência, pois são duas grandezas com características distintas. Parece que uma não pode medir a outra. Repare, porém, que:

1. Na teoria da relatividade, o tempo é uma das dimensões do espaço...

2. Podemos dizer que, num Universo em movimento permanente, a um dado tempo corresponde sempre um certo espaço percorrido e vice-versa... Assim, partindo desta ide[é]ia, a ligação é íntima: a medida pode ser recíproca, pois o espaço pode medir o tempo e o tempo medir o espaço...

3. Do ponto de vista lingu[ü]ístico, o que aconteceu foi que a comunidade deu à palavra espaço também o sentido figurado de ponderação de um decurso, de um período ou de um intervalo (no tempo) entre duas situações. E mesmo no ponto de vista lingu[ü]ístico, se período é um intervalo de tempo, intervalo também pode ter o sentido de espaço (ex.: o intervalo entre cadeiras)...

Assim, considerar a expressão `espaço de tempo´ incorre(c)ta, seria aquilo que os meus muito estimados vernaculistas designam por ultracorre(c)ção. Devemos condenar o erro grosseiro (mesmo que seja moda na comunidade, protegendo nessa recusa o patrimó[ô]nio e a história de muitas gerações de falantes que as palavras trazem consigo); mas também devemos estar sempre abertos à inovação sensata e sem fazer o exagero de cair na corre(c)ção em excesso...

E já reparou que a expressão `período de tempo´ pode ser criticada por ser redundante? (`período de tempo´ = `intervalo de tempo´ de tempo...). Mas também não a vamos condenar, pois não?

Ao seu dispor,

 

P.S. - Apresentam-se de seguida um comentário crítico a esta resposta, enviado em 26/09/2013, e a réplica de D'Silvas Filho:

I Comentário crítico

«No seguimento da opinião de D´ Silvas Filho (expressa em http://www.ciberduvidas.com/pergunta.php?id=13222), gostaria de trazer à reflexão uma outra perspetiva:

1. Estão dicionarizados diversos erros, como bem alerta o Ciberdúvidas em diversos artigos, pelo que a mera dicionarização não encerra a discussão;

2. O referencial usual na nossa vida diária é o da geometria euclidiana, pelo que utilizar conceitos não-euclidianos para sustentar o uso comum da expressão “espaço de tempo” não me parece curial;

3. Se existe um espaço-tempo, os conceitos de espaço e de tempo não se confundem, ao invés, relacionam-se;

4. A idêntica confusão no uso entre os conceitos de força e pressão ou entre os de eficiência e eficácia poderá ser admissível em determinados contextos literários ou sem referente físico, mas poderá ser um erro quando os usarmos em contexto literal;

5. A consideração do uso de uma palavra ou expressão como “inovação sensata” implicará, decerto, que a mesma não contrarie conceitos científicos claros e definidos, sob pena de se tornar um… erro;

6. Duvido que num texto científico, a expressão “espaço de tempo” seja alguma vez considerada admissível, tal como não o será a “força de pressão” ou qualquer outra com as mesmas características.

Ao ratificarmos, linguisticamente, uma expressão considerada um erro noutras áreas do conhecimento, desconsideramos essas áreas e justificamos, desse modo, que essoutras possam ratificar, por sua vez e no seu próprio contexto, erros linguísticos.

Deste modo, sugiro que consultem a Sociedade Portuguesa de Física para obterem uma opinião sobre estes conceitos, que se enquadram – distintamente – na sua área do conhecimento.

De qualquer forma, neste contexto, proponho que se considere, ao invés, a expressão “intervalo de tempo”, tal como foi sugerido.

André Cunha
Funcionário Público
Funchal
Portugal»

II Resposta de D'Silvas Filho

«De facto seria mais correta a expressão “período (ou intervalo) de tempo”. Mas os falantes são livres de comunicar com a sua língua em sentido aparente, e a nossa permite arranjos riquíssimos, de que são exemplo os compostos em sentido figurado. “Espaço de tempo” é mais um deles. Está até abonado na entrada “espaço” do Dicionário Houaiss, ponto 9, onde se lê: «período ou intervalo de tempo <num e. de dois meses escreveu o livro>.

Ao seu dispor
D’ Silvas Filho»

D´ Silvas Filho