A relação entre fiar, fio e fé - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A relação entre fiar, fio e

Ao tentar estabelecer abrangência de conceitos em torno do termo fiar, pergunto qual a relação etimológica de com fio, fiar ou confiar, por relação entre fio/fiar/confiaracreditar/(ter) ? Será que não existe relação, mesmo que indirecta e distante?

Saúdo a equipa e agradeço.

Dora-Iva Rita Professora Lisboa, Portugal 3K

A explicação para a questão que nos apresenta reside no facto de haver dois verbos fiar, homónimos, derivados de étimos distintos, razão pela qual têm significados diferentes e designam realidades totalmente distintas.

Assim, há o verbo fiar (do latim filăre, «fiar») que designa «reduzir a fio; fazer arame; serrar (madeira) longitudinalmente; (figurativamente) tramar, urdir» (Grande Dicionário da Língua Portuguesa, da Porto Editora, 2010). É, portanto, com esta forma verbal que está relacionado o nome/substantivo fio (do latim filu-), com o mesmo radical, pertencendo à mesma família de palavras.

Por sua vez, o outro verbo fiar (do latim vulgar fidāre, por fidĕre, «fiar-se; confiar»), na forma simples, como verbo transitivo, significa «ficar por fiador de; afiançar; confiar; vender fiado ou a crédito»; como intransitivo, tem o valor de «entregar sob fiança; vender a crédito»; e, como verbo reflexo, designa «confiar; acreditar; dar crédito» (idem). Naturalmente, o nome/substantivo (do latim fide-) está diretamente relacionado com esta forma verbal, o que implica que pertençam à mesma família de palavras (pois têm em comum o étimo fide-).

Eunice Marta