Sandra Baldé - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Sandra Baldé
Sandra Baldé
536

Escritora, DJ, e empreendedora digital, começou o seu percurso no digital em 2013 com o blogue Diário de uma Africana, uma plataforma voltada para discussões raciais e de género e para autocuidado de pessoas negras. Em 2021 autopublicou o seu primeiro livro intitulado Para Que Fique Bem Escurecido, cujo enredo gira em torno dos desafios da mulher negra num país maioritariamente branco.

 
Textos publicados pelo autor
O português “com sotaque” dos meus pais guineenses
Empoderamento e censura pelas palavras

 «Quem domina a palavra pode seguir dois caminhos: o de empoderar outros grupos ou de censurá-los» – reflete a escritora Sandra Baldé, a partir da sua experiência de portuguesa afrodescendente.

Artigo transcrito com a devida vénia da revista Gerador onde foi publicado em 11 de janeiro de 2024.