Luísa Ribeiro Ferreira - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Luísa Ribeiro Ferreira
Luísa Ribeiro Ferreira
170

Maria Luísa Araújo de Oliveira Monteiro Ribeiro Ferreira é Professora Catedrática (recentemente aposentada) de Filosofia Moderna e Contemporânea na Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, onde lecionou Filosofia Moderna, Didática da Filosofia, Estudos Femininos, Filosofia de Género e onde realizou vários Seminários sobre Espinosa e Hume. (Para informações relativas ao seu currículo completo, consultar luisarife.wix.com ou o CV na plataforma Degóis).

Foi coordenadora principal de três projetos no Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa: Ensino/Aprendizagem da Filosofia; As Mulheres na Filosofia; Espinosa. Publicação mais recente: Ensinar e Aprender Filosofia no Mundo Digital, Lisboa, Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa, 2014. Além deste livro (e de diversos artigos em publicações académicas), publicou mais 28 livros, como autora ou organizadora, nas áreas do Ensino da Filosofia, Filosofia de Género, Filosofia Moderna (especialmente sobre Espinosa). É investigadora no Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa, onde coordenou diversos projetos. É coordenadora principal de Filosofia na Sociedade Científica da Universidade Católica Portuguesa, membro do GT Benedictus de Spinoza, Universidade Estadual do Ceará, Brasil; do Seminário Spinoza, Espanha, da Association des Amis de Spinoza, França e da Accion Integrada Hispaña-Portugal, Leibniz. É membro da direção da Sociedade de Ética Ambiental.

 
Textos publicados pelo autor
A criatividade lexical de uma pandemia
Os vocábulos novos e os novos significados

A professora universitária Luísa Ribeiro Ferreira dá conta, neste apontamento* divulgado na plataforma 7 margensda criatividade lexical que a pandemia covid-19 estimulou, com expressões como distanciamento social, etiqueta respiratóriaequipamento de proteção individual, entre outras.

* escrito segundo a norma ortográfica de 1945.