José Ramos-Horta - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
José Ramos-Horta
José Ramos-Horta
965

José Ramos-Horta (Díli, 1949) é um político timorense, presidente do país de 2007 a 2012. Formou-se em Direito Internacional nos Países Baixos e especializou-se em Estudos da Paz nos Estados Unidos. Foi Ministro dos Negócios Estrangeiros de Timor-Leste de 2002 a 2007. Foi representante da Freitilin na ONU de 1975 até aos anos seguintes. Em 1996, partilhou com o bispo Ximenes Belo o Nobel da Paz. Em 1998, foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade e, em 2007, com o Grande-Colar da Ordem do Infante D. Henrique. Em 2000, foi investido como doutor «Honoris causa» pela Universidade do Porto.

 
Textos publicados pelo autor

«Os artigos 13.º e 159.º da nossa Constituição determinam que o tétum e o português são as nossas línguas oficiais e a língua indonésia e inglês são línguas de trabalho. Será possível atitude mais aberta e pragmática do que esta?», defende o ex-Presidente de Timor-Leste, José Ramos-Horta, neste texto publicado no jornal português Público de 22/04/2012.