Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Fernando Sabino
Fernando Sabino
773

Fernando Sabino (Belo Horizonte, 1923 – Rio de Janeiro, 2004) foi um escritor e jornalista brasileiro. Formou-se em Direito na Universidade Federal do Rio de Janeiro mas, desde 1957, decidiu dedicar-se exclusivamente ao jornalismo e à escrita, atividades que já havia iniciado na adolescência. Enquanto escritor publicou, entre outros, contos Os grilos não cantam mais (1941, novelas A marca (1944), Duas Novelas de Amor (2000), crónicas (A cidade vazia (1950), No fim dá certo (1998) e romances O Encontro Marcado (1956), O Grande Mentecapto (1979).

 
Textos publicados pelo autor

Mal iniciara seu discurso, o deputado embatucou:

— Senhor Presidente: não sou daqueles que...

O verbo ia para o singular, ou para o plural? Tudo indicava o plural.

No entanto, podia perfeitamente ser o singular:

— Não sou daqueles que...

Não sou daqueles que recusam... No plural soava melhor. Mas era preciso precaver-se contra essas armadilhas da linguagem — que recusa? —, ele facilmente caía nelas, e era logo massacrado com um aparte. Não sou daqueles que... Resolveu ganhar tempo:

Mal iniciara seu discurso, o deputado embatucou:

— Senhor Presidente: não sou daqueles que...

O verbo ia para o singular ou para o plural? Tudo indicava o plural.

No entanto, podia perfeitamente ser o singular:

— Não sou daqueles que...

Não sou daqueles que recusam... No plural soava melhor. Mas era preciso precaver-se contra essas armadilhas da linguagem - que recusa ? -, ele facilmente caía nelas, e era logo massacrado com um aparte. Não sou daqueles que ... Resolveu ganhar tempo: