Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Fernando Dacosta
Fernando Dacosta
389

Fernando Dacosta (Caxito, 1945), romancista, dramaturgo, conferencista, formado em Filologia Românica pela Faculdade de Letras de Lisboa, exerceu a sua atividade profissional como jornalista onde recebeu vários prémios como o Grande Prémio de Reportagem do Clube Português de Imprensa com Os Retornados Estão a Mudar Portugal e Prémios Gazeta e Fernando Pessoa com Moçambique, Todo o Sofrimento do Mundo. Como romancista publicou O Viúvo, em 1988 (Grande Prémio da Literatura do Círculo de Leitores) e Os Infiéis em 1992. Em 2000 publicou a Fotobiografia de Salazar, entre muitas outras obras. Colaborou, ainda, em vários programas de rádio, de que se destaca Café Concerto de Maria José Mauperrin, na RDP - Rádio Comercial, nos anos 80. Foi muito próximo de Agostinho da Silva e de Natália Correia.

 
Artigos publicados pelo autor

O apoio à língua portuguesa não tem merecido, entre nós, a prioridade que exigia. Há dezenas de anos que é assim. Os governos pós-25 de Abril não pareceram sequer entender a importância da sua escolha como língua nacional pelos jovens países africanos. A indiferença em que se caiu desvalorizou o extraordinário património (trata-se do sexto idioma mais falado no mundo) que ela representa.