António Costa Santos - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
António Costa Santos
António Costa Santos
1K

António Costa Santos (Lisboa, 1957), é um jornalista e escritor português. Iniciou a sua carreira em 1976 no jornal O Diário, foi chefe de redação do semanário Se7e e foi redator, editor e colunista no jornal diário Expresso, entre 1989 e 2000. Publicou, entre outros livros, o romance Diário de um Gajo Divorciado e o infanto-juvenil As coisas que eles sabem. Em 2007, editou Proibido! (editora Guerra&Paz), e Livro das (In)Utilidades (Guerra&Paz).

 
Textos publicados pelo autor

As grandes mudanças sentidas em Portugal ao longo de 2011 a do Acordo Ortográfico e a do Acordo com a troika , incidindo sobre a relação entre o (novo) vocabulário e a atual crise económica,  são tema de reflexão do jornalista e escritor António Costa Santos numa crónica publicada na revista Tempo Livre (n.º 233, de janeiro 2012),  que aqui se publica com a devida vénia ao autor e à publicação do Inatel. Manteve-se a grafia do texto original.