A língua portuguesa nas organizações africanas e o uso dos provérbios na literatura, na publicidade e na política - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A língua portuguesa nas organizações africanas
e o uso dos provérbios na literatura, na publicidade e na política
Nos programas de rádio Língua de Todos e Páginas de Português
Por Ciberdúvidas da Língua Portuguesa 937

♦ Idioma oficial de cinco países africanos, a língua portuguesa continua sem a devida correspondência na União Africana e demais organizações regionais do continente. Mesmo nas Nações Unidas o português ainda não ganhou o estatuto de língua oficial e de trabalho. Um desafio colocado a todos os países da CPLP – e não apenas circunscrito a Portugal ou do Brasil. Deste desafio técnico, cultural e, sobretudo, político, se trata no programa Língua de Todos, emitido na RDP África, na sexta-feira, dia 1 de junho, às 13h15*, com repetição no sábado, dia 2. Uma conversa, a esse propósito, com Francisco João Lopes, responsável pelo Centro de Língua Portuguesa de Abuja na Nigéria, sobre a introdução do português na CEDEAO, a Comunidade Económica da África Ocidental, que, entre os seus 15 Estados-membros, integra Cabo Verde e a Guiné-Bissau.  

* Hora oficial de Portugal continental, ficando o programa Língua de Todos disponível posteriormente, aqui.

♦ «Quem não se sente não é filho de boa gente». «Ensinar o padre-nosso ao vigário». «Quem não quer ser lobo que não lhe vista a pele». «Tão ladrão é o que vai à vinha como o que fica à porta». «Não há fogo sem fumo». «Grão a grão enche a galinha o papo». Destes e de muitos outros provérbios – e, em particular, sobre a sua utilização na literatura, na publicidade e na política – se fala no programa Páginas de Português, da Antena 2, do dia 3 de junho, às 12h30**, com repetição no sábado seguinte, dia 9, pelas 15h30**. Convidado:  José Teixeira, professor do Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho.

** Hora oficial de Portugal continental, ficando o programa, Páginas de Português disponível posteriormente, aqui.

Sobre o autor