A vírgula no vocativo - Pelourinho - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Início Português na 1.ª pessoa Pelourinho Artigo
A vírgula no vocativo

«Vamos nessa camaradas», sem vírgula a separar “nessa” de «camaradas», lia-se no jornal “24 Horas” do dia 8 de Junho p.p.

Lia-se mal: os vocativos – “camaradas” é um vocativo – devem ser sempre isolados do resto da frase por uma vírgula, se estiverem no início ou no final da frase, ou por duas, se estiverem intercalados.

Portanto: «Vamos nessa, camaradas!»

(texto saído no jornal português 24horas, do dia 9 de Junho de 2006, na coluna "Ai, esta Língua... traiçoeira")

Sobre a autora