Indiferente - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Indiferente

Nas orações "Marina lhe era indiferente" e "Marina era indiferente a Daniel", é correto afirmar-se que não está claro se Marina é objeto ou sujeito da indiferença? Ou seja, sempre haverá ambigüidade no uso desse adjetivo?

Obrigado.

Fernando Bueno Brasil 6K

À primeira vista parece ambíguo, mas, reparando bem, Marina era indiferente a Daniel ou, com o emprego do pronome lhe, Marina era-lhe indiferente só exprime o desinteresse de Daniel por Marina. Esta é, pelo menos, a minha opinião, mas as frases não deixam de ser curiosas, pois o sentido do vocábulo nos dicionários não faz esperar o que, afinal, parece elas significarem. O contrário julgo que seria A Marina era-lhe indiferente Daniel ou A Marina ele era-lhe indiferente.

F. V. Peixoto da Fonseca