Miguel Boieiro - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Miguel Boieiro
Miguel Boieiro
2K
 
Textos publicados pelo autor
Agrião
Características e virtudes do Nasturtium officinale

Nasturtium officinale é uma crucífera ou brassicácea, que combate o ácido úrico, o raquitismo, a cistite, a bronquite, os males do fígado, a diabetes, a tuberculose, os problemas da vista e está ligado à formação dos glóbulos vermelhos do sangue.

 Apontamento da autoria de Miguel Boeiro, vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Naturalogia, constante de uma aula de fitoterapia ministrada na Escola Comunitária de Alcochete (Casa do Povo), no dia 30 de outubro de 2023. Texto escrito segundo a norma ortográfica de 1945.

O morangueiro
Das propriedades medicinais à culinária

«Convém aos doentes do fígado, rins, estômago, da prisão de ventre, reumatismo, gota, anemia, doenças dos ovários, etc. É um manjar dos deuses, morangos com mel e natas; embeleza o rosto e a pele e é um elixir de juventude» —  é o que distingue a Fragaria vesca, espécie silvestre euroasiática, que é uma herbácea perenifólia e estolonífera (com rizomas) da família das Rosaceae. Apontamento de Miguel Boieiro, vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Naturalogia.

A oliveira
Os benefícios botânicos desta árvore milenária
A história de 60 mil anos da também denominada Olea europaea L.– ou, na sua versão ou a sua variedade selvagem, sylvestris (zambujeiro) –, em que a realidade se confunde com a lenda. 
Cunquates
Os seus préstimos gastronómicos e a origem chinesa

As popularmente denominadas ‹‹laranjinhas››, que dão pelo nome científico de Citrus japonica ou Fortunella spp, caracterizam-se pela sua espetacular ornamentalidade e valor nutricional.

 

Malagueta
De arder a língua e “chorar” os olhos…

A origem tropical americana e as propriedades medicinais – mas também as contraindicações – da planta conhecida popularmente como piripirijindungo, paprica, tabasco, e chili.

Artigo da autoria de Miguel Boieiro e transcrito com a devida vénia das páginas da Sociedade Portuguesa de Naturalogia, onde foi publicado em 2 de dezembro de 2022.