A leitura na era digital e o ensino da língua literária em Angola - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
A leitura na era digital
e o ensino da língua literária em Angola
Nos programas de rádio Língua de Todos e Páginas de Português
255

♦ Mudam as tecnologias, mudam as leituras? Da era de Gutenberg à era digital, como vai o caro escritor, o caríssimo leitor, o precioso texto, os múltiplos temas, as estruturas narrativas, as línguas – esta, nossa? Tudo resumido… que é para não perder tempo? Metamorfoseiam-se técnicas e tradições narrativas? O que é ler, hoje? Do substantivo livro à superfície lisa onde brilham, clique a clique, os caracteres. António Carlos Cortez, poeta e crítico literário, acaba de publicar Voltar a Ler, razão para ser ele o convidado do programa Língua de Todos, transmitido pela RDP África na sexta-feira, 20 de setembro, às 13h20*, para falar deste livro e do seu tema, o da leitura na era digital.

* Com repetição no sábado, dia 14 de setembro, depois do noticiário das 9h00. Hora oficial de Portugal continental, ficando o programa Língua de Todos disponível, posteriormente, aqui

♦ Num país a viver uma conjuntura difícil e um delicado processo político, falar do ensino da língua portuguesa e da literatura que nele se publica pode até parecer despiciendo. Angola vive os seus Cem Anos de Solidão mas impreca contra tal circunstância. E vive, não obstante as dificuldades de toda a ordem que enfrenta. Língua e cultura são, no jogo florentino da política e na mundividência dos povos que a constituem o múnus decisivo, quiçá o maior. O Páginas de Português, emitido pela Antena 2 no domingo, às 12h30**, dá destaque a uma conversa com o professor Mário Joaquim Aires dos Reis, leitor do Instituto Camões e docente na Universidade Katyawala Bwila, de Benguela, acerca do ensino do idioma comum e a atividade literária.

** Com repetição no sábado seguinte, 28 de setembro, às 15h30. Hora oficial de Portugal continental, ficando o programa Páginas de Português disponível, posteriormente, aqui.