Oiçam como o primeiro-ministro diz /Alcaida/!.... - Pelourinho - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Início Português na 1.ª pessoa Pelourinho Artigo
Oiçam como o primeiro-ministro diz /Alcaida/!....

/Alcaida/, /Alcaida/, /Alcaida/, repetiu o primeiro-ministro português, José Manuel Durão Barroso, as vezes que aludiu à Al-Qaeda – melhor, à al-Qaeda – no último debate mensal que protagonizou na Assembleia da República, em Lisboa [quinta-feira, 25/03/2004], à volta do Iraque e da forma de fazer frente ao terrorismo islâmico. Do outro lado do hemiciclo fizeram-se ouvidos de mercador. Num unanimismo inversamente proporcional à gritante (e gritada) dissonância de vozes pró e contra o alinhamento do Governo PSD/PP com os EUA, até o líder da direita parlamentar portuguesa, Telmo Correia, e o secretário-geral do PCP, Carlos Carvalhas, se aliaram na preferência pelo /Alcaéda/, /Alcaéda/, /Alcaéda/...

A verdade, senhores deputados (e, já agora, senhores jornalistas, e senhores locutores, e senhores comentadores, etc. e tal), a verdade é que Durão Barroso não podia estar mais dentro da razão como nesta querela linguística do /Alcaida/ "versus" /Al-Qaéda/. Por isso, é só dar-lhe ouvidos...

Sobre o autor

Jornalista português, cofundador (com João Carreira Bom) e responsável editorial do Ciberdúvidas da Língua Portuguesa. Autor do programa televisivo Cuidado com a Língua!, cuja primeira série se encontra recolhida em livro, em colaboração com a professora Maria Regina Rocha. Ver mais aqui.