Português em Goa: nem tudo está perdido (mas para lá caminha) - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Início Aberturas Abertura
Português em Goa: nem tudo está perdido (mas para lá caminha)
Português em Goa:
nem tudo está perdido (mas para lá caminha)
Por Ciberdúvidas da Língua Portuguesa 562

Em Goa, onde desde 1962 o inglês é língua oficial, o português continua a ser ensinado a mais de 1300 alunos, em escolas públicas e privadas, e a Universidade de Goa tem um mestrado em Estudos Portugueses desde 1988. O ponto da situação é feito por Delfim Correia da Silva, responsável pelo Centro de Língua Portuguesa em Goa. Todos os anos, cerca de 400 goeses obtêm passaporte português, com o objetivo de emigrar e trabalhar em Portugal.

Mas, dizem os mais velhos que ainda falam a língua de Camões: «A cultura portuguesa em Goa tem os dias contados.»

Só é assim, se assim deixarmos que seja.

A Fundação Luso-Americana, a Rede de Bibliotecas Escolares e o Plano Nacional de Leitura lançam o projeto Ler em Português, que visa promover nos EUA a aprendizagem da língua portuguesa, sobretudo pelos mais jovens.