Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Início Aberturas Abertura
O exemplo da lexicografia espanhola
O exemplo da lexicografia espanhola
Por Ciberdúvidas da Língua Portuguesa 452

Bluteau

1. Em Espanha, acaba de ser publicado um monumental dicionário, também com interesse para o estudo da história do português. Trata-se do Nuevo Tesoro Lexicográfico del Español, que recolhe todos os dicionários e glossários, desde os inícios da actividade lexicográfica com o espanhol, na Idade Média, até à aparição do primeiro dicionário académico, o Dicionário de Autoridades, em 1726. Para o estudo da lexicografia portuguesa, não há obra desta envergadura, mas existem recursos em linha. Salientamos o Corpus Lexicográfico Português (CLP), organizado sob orientação de Telmo Verdelho, professor catedrático do Departamento de Língua e Culturas da Universidade de Aveiro (Portugal).

2. Qual a grafia em português, Bombaim, como se escreveu sempre entre nós, ou Mumbai, como passaram a grafar alguns órgãos de informação portugueses? A resposta será dada no próximo Língua de Todos (RDP África, sexta-feira, 12 de Dezembro, pelas 13h15). Na Antena 2, o Páginas de Português (domingo, 15 de Dezembro, às 17h00) assinalará os cem anos de vida de Manoel de Oliveira: Luís Miguel Cintra, um dos seus actores de eleição, fala-nos sobre a importância da palavra e da língua na obra do mais internacional dos realizadores de cinema portugueses.