Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Sara Mourato
Sara Mourato
663

Licenciada em Estudos Portugueses e Lusófonos pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e mestre em Língua e Cultura Portuguesa – PLE/PL2. 

 
Perguntas respondidas pela autora
Helena Buco Gestora Porto, Portugal 785

«Abre em breve» ou «abre brevemente»?

Sandra Santos Professora Porto, Portugal 263

Devemos escrever «afetiva-sexual» ou «afetivo-sexual»?

«Apesar de vivermos numa sociedade mais inclusiva, fala-se pouco da área afetivo-sexual destes jovens.»

Ramiro Brasil 334

Por que se faz uso do futuro numa frase como esta «por que TERÁ acordado tão cedo»?

Maria Antunes Castelo Branco, Portugal 698

«Aulas avulso», ou «aulas avulsas»?

Obrigada.

Vera Almeida Assistente Técnica Oeiras, Portugal 673

Os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento dos Municípios de Oeiras e Amadora (SIMAS), quando referidos pela abreviatura, deverão ser designados por «o SIMAS», ou «os SIMAS»?

Simone Mesquita São Luís, Brasil 1K

Porque em Portugal não se usam os verbos no gerúndio?

Jorge Claro Portugal 2K

Como é que posso distinguir um quantificador existencial de um advérbio de quantidade/grau? Por exemplo, o muito faz parte das duas classes?

Marcelo Castro Consultor financeiro Luanda, Angola 2K

A expressão «... País de Gales...» está correcta ou errada? Pode-se escrever sem o artigo neste caso específico?

«Não estou a ver a Inglaterra a jogar contra País de Gales sem sofrer.»

Obrigado

Orlando Brasalano Lisboa, Portugal 621

Tendo em conta que a palavra fautor tem como correspondente feminino a palavra fautriz, gostaria muito de saber porque não sucede o mesmo com a palavra – quase homónima e rigorosamente sinónima – factor, ou, caso suceda, qual a correspondente feminina.

Obrigado.

Orlando Brasalano Lisboa, Portugal 489

Gostaria muito de saber se existe algum vocábulo que signifique rigorosamente «não vivido», e que não seja semanticamente similar a inédito, inaudito.

Obrigado.